Ainda Que… Habacuque 3:17-19
outubro 23, 2013
Bem sei que Deus é por mim – Salmo 56
novembro 20, 2013
O testemunho de uma ex-catadora de latinhas, moradora de uma favela em Brazlândia/DF, mãe de cinco filhos, que conseguiu passar em concurso do Tribunal de Justiça. Conforme matéria publicada no Jornal, ao ser aprovada, ela disse: Foi como se Deus me falasse, “calma, o desertou acabou”! Você está enfrentando algum “deserto”? Você está vivendo debaixo de alguma opressão? Pois, levante-se, anime-se, lute, busque força em Deus, pois você ouvirá dEle: Calma! O seu deserto acabou!

I – NOSSOS DESERTOS NOS ESTIMULAM A LUTAR E VENCER
Deus não nos permite enfrentar desertos para que sejamos derrotados. Não é esse o propósito dos desertos que enfrentamos. Deus quer nos ver vencer em meio aos desertos. É como se Ele ficasse torcendo pela nossa vitória, pelo nosso sucesso, pois Ele nos criou com a grande capacidade de vencer as lutas da vida, de superar obstáculos, levantar-se em meio às quedas. Tudo isso faz parte da vida. E todos os nossos desertos são degraus que nos levam à maturidade e ao sucesso! Israel enfrentou um grande deserto, mas venceu! O deserto chegou ao fim e o povo de Deus entrou na Terra Prometida! Devemos crer e confiar em Deus, para vencer os nossos desertos. Entregue a sua vida a Jesus e Ele caminhará com você no seu deserto e te dará a vitória!
 
II- NOSSOS DESERTOS SÃO OPORTUNIDADES PARA DEUS OPERAR MILAGRES
Israel peregrinou pelo deserto durante 40 anos. E nesse tempo de deserto experimentou muitos milagres. Deus operou maravilhas no meio do seu povo. Deus alimentou aquela multidão, mandava todos os dias o maná do céu que caia sobre o povo, as suas vestes jamais envelheceram, nem incharam os seus pés durante toda aquela caminhada no deserto (Dt 8:3-4). O povo aprendeu sobre um Deus que supre as suas necessidades, aprendeu também que “nem só de pão vive o homem”. O deserto foi uma grande escola para todo o Israel! No deserto, não devemos murmurar, reclamar da sorte, se achar abandonado por Deus. Antes, devemos lutar, e ter fé, acreditar que o milagre vai acontecer! E assim, Deus vem e opera Suas maravilhas! Convide Jesus para entrar na sua vida e por um fim em seu deserto.
 
III- NOSSOS DESERTOS TEM SEMPRE UM COMEÇO, UM MEIO E UM FIM
Não há mal que dure para sempre! Não tem deserto que não termine. Todo deserto tem seus limites. Para Israel, o fim do deserto marcou a entrada na Terra Prometida, a Terra da Promessa. O testemunho da “ex-catadora de latinha” deixa isso muito claro, quando Deus disse: Calma, o deserto acabou! Mas ela precisou passar por esse deserto para transformar completamente a sua vida e a da sua família. Quando entregamos a nossa vida a Jesus, Ele vem estar conosco e nos acompanha nos desertos da vida para nos guardar, nos proteger, realizar milagres e ao final nos entregar a vitória! Venha para Jesus agora mesmo!
 
CONCLUSÃO: Não se vence deserto murmurando, agindo sem fé, desistindo de lutar, querendo que outros nos carreguem nos braços. Mas se vence deserto com trabalho, esforço, lutas, perseverança, coragem e fé. E as demais coisas, Deus fará acontecer. Creia! Entregue a sua vida a Jesus, deixe-O te guiar nos desertos da vida e Ele te salvará!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *