Devo ir atrás de uma ovelha rebelde?
setembro 4, 2017
Aprenda com os erros dos outros
setembro 8, 2017

Os nomes de Moisés, Josué, Abraão, José, Rute e Davi são familiares aos judeus e aos cristãos. Os púlpitos em todo o mundo proclamam esses homens e mulheres de Deus que são encontrados nas páginas do Antigo e Novo Testamento. Muitas vezes esquecemos, no entanto, que Deus chamou esses homens e mulheres enquanto eram jovens. Através de seus testemunhos, lembramos que a juventude é um período oportuno para que Deus comece o processo de discipulado. Deus ama fazer o inesperado através da juventude e desafiar as falsas crenças de que somente os mais velhos e sábios podem ser ferramentas especiais de Deus.

José era um “jovem de dezessete anos” quando Deus interrompeu seu sono com alguns sonhos incríveis (Gênesis 37.5). Deus eventualmente usou José para salvar o mundo da fome e liberar sua família, a linhagem de Cristo, para a prosperidade no Egito.

Josué era o auxiliador de Moisés desde “a juventude” (Números 11.28). Quando Moisés intercedia com Deus na Tenda da Revelação fora do campo, Josué ia com ele.

Samuel é outro excelente exemplo do chamado de Deus aos jovens. Lemos que o “menino Samuel servia ao Senhor perante Eli” (I Samuel 3.1). Ele ouviu pela primeira vez a voz de Deus e foi chamado quando era uma criança. Quando Samuel estava “velho e grisalho”, ele testificou que desde o tempo da sua juventude ele era um líder para o povo de Israel (I Samuel 12.2).

Rute era ainda jovem quando ficou viúva e seguiu Noemi para Belém (Rute 1).

David era um mero menino quando derrotou Golias e atraiu a atenção do rei. O desenvolvimento do caráter de Davi e as façanhas de fé começaram quando ele era um menino pastor, cuidando das ovelhas (I Samuel 17).

Josias foi aos oito anos de idade e, quando ele estava na adolescência, Deus o usou para trazer uma nação rebelde de volta a Deus (II Reis 22.1).

Daniel e seus amigos eram provavelmente adolescentes quando foram conduzidos pelo Crescente Fértil para o cativeiro. Podemos imaginá-los como jovens, possivelmente na adolescência, quando testemunharam de Yahweh e interpretaram os sonhos do rei (Daniel 1-5).

Maria, a mãe de Jesus, era uma mera jovem quando o anjo lhe apareceu com a notícia sem precedentes de sua gravidez sobrenatural (Lucas 1.26-38).

Algumas pessoas observaram que Jesus liderou o “grupo de jovens” original, acreditando que os doze discípulos de Cristo provavelmente tinham menos de dezoito anos. A escolha dos doze por Cristo dá novo significado ao ministério juvenil e motivação para discipular os jovens.

O apóstolo Paulo começou a trabalhar com Timóteo quando ele tinha aproximadamente dezesseis anos. Paulo discipulou Timóteo e o desenvolveu para se tornar o pastor em Éfeso, uma igreja muito importante. Ele exortou o seu jovem discípulo: “Não deixe que ninguém o despreze porque você é jovem, mas sirva de exemplo para os crentes na fala, na conduta, no amor, na fé e na pureza” (I Timóteo 4.12). Então, ele disse a Timóteo: “E o que de mim ouviste de muitas testemunhas, transmite-o a homens fiéis, que sejam idôneos para também ensinarem os outros” (II Timóteo 2.2).

 

Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *