Pentecostes, a Festa da Colheita – Lv 23.15,16
junho 10, 2014
Somos mais que vencedores – Rm 8.31-39
julho 2, 2014

Enquanto estivermos neste mundo, passaremos por muitas circunstâncias que nos levarão a experimentar sentimentos desagradáveis de instabilidade, insegurança, temor. É como se estivéssemos sendo testados.

Queremos acreditar, mas a dúvida e o medo de que a vitória não chegue ou demore demais nos invade. Realmente, se olharmos apenas as possibilidades naturais muitas vezes não conseguiremos acreditar que existem “luz no fim do túnel”. O texto dá algumas orientações que te ensinarão a viver movidos pela FÉ:

I – DECLARE A SUA FÉ – vs 13-14.

Você já percebeu que nem sempre as declarações são baseadas na fé? Quantas vezes falamos o contrário daquilo que gostaríamos ou precisamos que aconteça. Quando as coisas não vão bem murmuramos, questionamos, esquecemos as vitórias já conquistadas. Se Deus agiu no passado, pode agir hoje também.  Veja a Palavra: “Aquele que ressuscitou o Senhor Jesus dentre os mortos, também nos ressuscitará com Jesus…”. A palavra ressurreição significa trazer de volta à vida. Temos a promessa de vida eterna. E enquanto estamos no mundo, assim como ressuscitou a Jesus Cristo, Deus pode trazer à vida tudo o que porventura tenha morrido em nós: nossos sonhos, projetos, esperança, alegria. Então, precisamos crer e declarar o poder de Deus. E é por Jesus que temos acesso a esse tão grande poder. Portanto, declare sua fé em Jesus e tome posse de tudo aquilo que Ele conquistou para você pagando o preço com Sua própria.

II – PERSIGA OS RESULTADOS DE SUA FÉ – vs 15.

A palavra resultado está cada vez mais presente. Não adianta trabalhar muito, correr o dia inteiro, fazer muitas coisas, se não produzir o resultado esperado; ou seja, se não for eficaz. O nosso Deus é sábio. Muitas vezes Ele permite que passemos por provações porque está de olho no resultado. Ele sabe que precisamos ser treinados porque temos que mudar em vários aspectos para que nos aperfeiçoemos. No vs 15 diz: “Tudo isso é para o bem de vocês, para que a graça, que está alcançando um número cada vez maior de pessoas, faça que transbordem as ações de graças para a glória de Deus”. Quantas vezes olhamos para a vida de outros e pensamos: eu também quero essa bênção na minha vida. Então, precisamos crer que os acontecimentos de agora nos darão no futuro motivos para glorificar o nome de Deus, assim como tem sido na vida de muitos. Seja uma pessoa determinada e de atitude. Comece por reconhecer que todo o poder de Deus já está gerado em você por meio de Jesus Cristo.

III – SEJA FORTE DURANTE OS PERÍODOS DE LUTA – vs 16-18.

Qual é o problema que não gera desgaste, desânimo? “embora exteriormente estejamos a desgastar-nos, interiormente estamos sendo renovados dia após dia…”.  Isso é para encher o coração de fé. Deus age no nosso interior. Os problemas são reais, são visíveis. Porém, os nossos olhos espirituais podem mirar naquilo que não se vê hoje, mas que logo será realidade: a vitória em Jesus. No vs 17 está escrito que “… os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão produzindo para nós uma glória eterna que pesa mais do que todos eles”. Isso significa que a glória do agir de Deus tem peso maior do que nossas lutas. É esse nível de fé que deve nos fortalecer durante as batalhas da vida. Sem fé perdemos o sentido da vida. Com a fé damos um novo sentido à vida.

CONCLUSÃO:
Para experimentar essa fé transformadora, tome agora mesmo a decisão de convidar Jesus Cristo para ser o seu Senhor e Salvador.  É esse o maior aprendizado que irá fortalecê-lo diante das adversidades da vida. E assim, mesmo quando as circunstâncias dizem “não”, declare a sua fé, persiga os resultados e seja forte.  Porque a sua vitória é certa, em nome de Jesus!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *