Marido e mulher devem tomar as decisões em conjunto

Como vencer as preocupações da vida – Sl 40.1-5
junho 20, 2016
Características de verdadeiros pais e mães espirituais
junho 20, 2016

Apesar de a mulher ter um instinto maternal, não significa que ela não possa participar das decisões que o homem toma, na realidade ela espera que ele tenha atitude e tome as decisões do lar porque ela vê nele um ser protetor, porém não antes de consultá-la. Faça de sua esposa sua principal conselheira, ao dividir essa responsabilidade e tomar as decisões em conjunto será muito mais fácil superar os desafios que um casamento traz, por outro lado quando o homem toma a decisão por conta própria, assume toda a responsabilidade e risco da decisão tomada e suas consequências.

Creio que outro princípio para que meu casamento seja bem-sucedido está na base do alicerce centrado na fé em Jesus Cristo e oração, quando colocamos Deus em primeiro lugar, todas as outras coisas são acrescentadas.

Sinto empatia por todas as mulheres e por tudo que elas fazem para ter um lar feliz. Minha esposa voltou a trabalhar fora, eu tenho a possibilidade de administrar meu tempo, porque meu trabalho o permite, então, posso ajudá-la ainda mais com a administração do lar. Não tenho vergonha de dizer que lavo as roupas, limpo a casa, sirvo o jantar e levo as crianças para a escola. Obviamente ela continua fazendo isso, mas não impede de dividirmos essas responsabilidades.

Posso dizer aos homens que ainda não caíram minhas mãos e continuo a andar normalmente. Ajudem mais suas esposas, respeitem o momento de descanso que ela tem direito, peça conselhos a ela em todas as decisões, dividam as responsabilidades e terão uma família bem-sucedida. O casamento é muito mais que uma simples união, é companheirismo, amizade, igualdade, fidelidade e comprometimento.

Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *