Os Efeitos da Pregação Profética – Isaias 6.8-13
abril 23, 2014
Uma Porta Aberta – João 10:9
abril 29, 2014

Estamos em um tempo precioso de devolver o poder da liderança e outras características que cada um tem, mas que o diabo havia roubado imprimindo traços contrários na personalidade.

Durante toda a vida fomos acumulando níveis de injustiça. A Palavra nos mostra que muitas são as aflições dos justos, mas o Senhor traz o livramento. Neste estudo, veremos que os lugares onde começam os traumas que deformam o caráter de um líder podem ser a casa, a escola, o trabalho etc., dependendo das pessoas que você convive nestes lugares. Aprenderemos como três pessoas na Bíblia venceram as aflições que passaram e tiveram seu caráter formado na guerra: Abel, José e Josué.

Aflições x livramento

Abel

Abel foi um homem santo, manso e pastor. Um dos homens mais íntegros e santos do Antigo Testamento. Ele teve o mais terrível inimigo que um ser humano pode adquirir: o seu próprio irmão. Sua história nos faz ver que Caim não está longe, está dentro de casa; é um estrategista maligno, homem possesso de furor, inveja, com espírito de competição.

Hoje, infelizmente, ainda encontramos muitas características de Caim em alguns. Às vezes, até mais do que a benevolência de Abel. Muitos não apascentam adequadamente, não por falta de ensino, mas por falta de caráter. Defraudam de uma forma terrível, ferem e não se dão conta.

Abel é adorador, Caim, competidor. Não há como a competição ganhar da adoração. Se um indivíduo já descobriu o caminho do Trono, não será confundido, porque só quem sabe valorizar esse caminho é o adorador e o Adorado. E Deus disse que conhece o adorador, porque é buscado por este. Deus procura adoradores que O adorem em espírito e em verdade.

José

José foi um homem manso, líder e visionário. Ao contrário de Abel que só tinha um inimigo, José tinha onze inimigos dentro de casa; isso porque não possuía mais irmãos. Quanto mais irmãos tivesse, mais assolado seria.

Quanto mais liderança você tiver, quanto mais discípulos, mais inimigos irão se levantar. Só que o problema não é fora, é dentro. Davi disse: “Senhor, se fosse o meu inimigo, bem sei o que faria com ele. Mas eles não são meus inimigos, são meus irmãos, que vêm para o templo e levantam as mãos santas no santuário para adorar o Senhor. Que farei eu com o meu irmão?”. (Sl 55:12-14)

Você não deve fazer nada, mas entregar Àquele que pode fazer tudo. Então, entregue nas mãos do Senhor. Seu irmão não é seu servo, é servo de Deus, então, Deus cuida dele.

Quando José se tornou governador podia usar de sua posição, reivindicar seus direitos a Faraó e se vingar de seus irmãos. Mas, Deus mesmo fez com que estes fossem a ele e se prostrassem diante dele.

Quando o líder tem o caráter ajustado, irrepreensível e santo todos aqueles que afligiram o líder virão e reconhecerão a sua autoridade. Autoridade não se respalda do dia para a noite, é uma conquista no tempo. É no tempo que vamos saber se a pessoa tem ou não a personalidade, o temperamento domado e as características, o caráter irrepreensível.

José era alguém que não tomava sua própria defesa, mas possuía um despontar maior de excelência na sua liderança que seus irmãos. Então, quem tem uma célula terá perseguição suficiente para uma célula. Quem tem dez terá um pouquinho mais de perseguição. Quanto mais líder você for, mais perseguições. Muitos tentarão julgar seu ministério, sua liderança, sua vida, mentir sobre você.

Descanse no Senhor. Você está na cláusula da promessa em Mateus 5:11-12: “Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguiram e, mentindo, disserem todo mal contra vós por minha causa. Alegrai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram aos profetas que foram antes de vós”. Isso é o livramento na aflição.

Josué

Josué foi um homem enérgico, santo, irrepreensível, manso e conquistador. Este líder suportou a pressão pela qual teve de passar. Quando despontou na liderança, tinha um povo chefiado por dez homens de influência. Todo o povo se voltava contra Josué e Calebe, com pedras na mão para matá-los (Nm 14).

Quando você tem uma liderança em evidência, líderes fortes na cidade, Estado, Nação, tentarão conspirar contra você e seu ministério. Quem eram os inimigos de Josué? Eram líderes de autoridade, já não eram irmãos da mesma tenda, da mesma casa. Eram guias de multidões, cada um de uma tribo. Eram líderes escolhidos a dedo para terem seu caráter forjado, mas a mediocridade não permitiu que eles vissem o que Josué viu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *