Aprendendo com as mães da Bíblia
maio 9, 2011
Não nos deixe cair em tentação – Mateus 6:9-13
maio 17, 2011

Gênesis 1:26-31 – O Supremo Tribunal Federal decidiu recentemente, por unanimidade de votos, reconhecer a união homoafetiva como uma unidade familiar. Agora, no Brasil, os casais homossexuais são reconhecidos como uma família, tendo todos os direitos e prerrogativas legais concedidos a uma família formada por um casal heterossexual.

Os homossexuais agora têm direito a casamento, pensão alimentícia, plano de saúde, adoção de crianças, herança, pensão do INSS, desconto no Imposto de Renda etc. O Ministro Lewandowski falou que com a aprovação da união homoafetiva, o Brasil passa a ter quatro tipos de família: Casamento tradicional, União Estável (vivem juntos), Monoparental (só tem a figura do homem ou da mulher) e agora a Homoafetiva (casais gays). A pergunta que fazemos é: E agora, o que será do futuro da família criada por Deus?

I – DEUS INSTITUIU A FAMÍLIA E ELE MESMO CUIDA DELA

Quando Deus criou o homem e a mulher, Ele estava formando a família e determinando a maneira que ela deveria funcionar. Ele mesmo disse que não era bom que o homem vivesse sozinho (Gênesis 2:18 e 24). Ali nascia então essa instituição maravilhosa, a célula mãe da sociedade, a menina dos olhos de Deus, a pérola preciosa do Criador! E Deus então acompanhou, passo a passo, o desenvolvimento do primeiro casal, o nascimento dos filhos desse casal, dando conselhos para que a família não fosse maculada (Gênesis 4:6-16). E uma vez que a família foi ferida, Deus intervém aplicando dura disciplina ao infrator, Caim, e restaura a família. Deus em toda a Bíblia está sempre cuidando, preservando, restaurando a família! E em nossos dias, não tem sido diferente, pois Deus ama a família!

Como vai a sua família? Deus deseja cuidar da família. E quando Deus age na família, tudo muda, tudo se transforma, vem reconciliação, restauração, paz, cura, alegria, prosperidade e o prazer de se viver em família. Você deseja que Deus cuide da sua família? Então, ore e entregue a sua família nas mãos de Deus. Comece por você, entregando a sua vida nas mãos de Jesus, o Filho de Deus!

II – DEUS INSTITUIU A FAMÍLIA E ELE MESMO A SALVARÁ

Certamente a família brasileira recebeu um duro golpe com essa decisão do Supremo Tribunal Federal em reconhecer casais gays como unidade familiar, concedendo-lhes os mesmos direitos de um casal heterossexual. Uma decisão de dez homens, dez votos, como se eles tivessem o poder de mudar os princípios estabelecidos por Deus para a formação de uma família e agora eles dizem: pessoas do mesmo sexo podem sim formar uma unidade familiar, podem se casar e ser uma família! Dez homens, meros mortais, com o poder nas mãos, tomaram uma decisão representando quase 200 milhões de brasileiros. Resta-nos clamar pela misericórdia de Deus, para que não sejamos tratados como foram as famílias nos dias de Noé (Gênesis 6) ou mesmo as cidades de Sodoma e Gomorra (Gênesis 19:15-29).

Assim como Deus salvou a família de Noé, Ele deseja salvar a nossa família. Assim também como Deus protegeu e livrou a família de Ló, Ele também deseja livrar a nossa família da destruição. Deus enviou Seu Filho Jesus para que toda a família que nEle crê, seja salva. Portanto, creia no Senhor Jesus e serás salvo, tu e tua família (Atos 16:31)! Decida agora mesmo entregar a sua vida a Jesus e receber dEle a salvação!

CONCLUSÃO

Criou Deus o homem à sua imagem, homem e mulher os criou. E o homem se unirá à sua mulher, tornando-se os dois, uma só carne, uma família. E assim criou Deus a família!

A família brasileira precisará voltar aos princípios estabelecidos por Deus para o seu perfeito funcionamento. Uma família só será verdadeiramente feliz quando estiver vivendo e funcionando conforme determina a Lei de Deus e não a lei dos homens. É tempo de voltar aos Princípios de Deus! É tempo de converter-se ao Senhor, isso enquanto há tempo. E o tempo é agora, é hoje. Deus abençoe a sua vida e a sua família!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *