Ser mãe: um grande desafio

Devemos promover o crescimento do discípulo
junho 15, 2016
Vá aonde ninguém quer ir
junho 16, 2016

Ela ama o filho apesar dos seus erros…

Ela ama quando o filho não é o que ela gostaria que ele fosse…

Ela ama mesmo quando o filho não compreende o seu amor…

Ela ama, simplesmente, porque a vocação do ser mãe é amar …

Mãe lembra dedicação…

Nove meses carrega o filho dentro do seu ventre, e durante toda a vida o carrega dentro do seu coração. Não existe um outro lugar maior e mais aconchegante do que o coração de uma mãe…

Nunca ninguém ousou pagar o trabalho de uma mãe por ser mãe, porque esse trabalho não tem preço — é impagável.

Mãe lembra dedicação porque para ela não tem dia e nem hora, se o filho está precisando ela dificilmente diz não. Mãe sempre ouve, socorre, ajuda, acolhe, afaga, aquece e abraça com ternura e muita graça.

Mãe lembra dedicação porque os filhos se casam, a família aumenta, chegam os netos, e ela, porém, nunca se aposenta de sua missão de ser mãe… Mãe/sogra, mãe/vó, mãe/tia… Mãe que não tem feriado, nem férias, mãe todo o dia…

Mãe lembra gratidão…

Nem todos os filhos podem dar um presente que custe muito caro, porém nenhum presente é mais valioso do que a presença grata de um filho que sabe dizer “eu te amo” e “você é muito especial para mim”.

Dependendo do momento e das circunstâncias, um abraço, um afago, um beijo e uma palavra carregada de afeto, vale mais do que um anel de brilhante enviado por um neto.

Nada entristece mais uma mãe do que a ausência e a ingratidão de um filho que não chega, não vem, não abraça, não beija, não diz nada…

Mãe só quer uma coisa: ser lembrada, amada e reconhecida como mãe, simplesmente mãe…

Mãe lembra esperança e fé…

Mãe é aquela que jamais desiste de seus filhos… Filhos que deram certo, filhos que erraram no caminho, filhos que foram, filhos que voltaram, filhos saudáveis, filhos doentes, mas que nunca deixaram de ser filhos…

Para mãe o filho nunca cresce, é sempre meu “menino”… Menino pequeno, menino grande, menino moço, menino adulto, menino casado, menino pai… Meu menino…

Mãe lembra fé e esperança. Mãe ora, mãe chora, mãe implora e Deus responde… Como não responder um coração onde a esperança e a fé são as chaves que abrem as portas da dispensa celestial?

Mãe lembra fé e esperança. Mãe acredita sempre na possibilidade de mudança na vida do filho, ainda que todos digam o contrário, para ela o milagre virá, é apenas uma questão de tempo. Mãe torce pelo filho, briga pelo filho, vive pelo filho e muitas vezes morre pelos filhos… Isso é ser mãe…

Se por ventura no céu houver um lugar reservado para pessoas especiais, um desses lugares deverá ser exclusivo para as mães…

Mãe lembra Deus…

Mãe parceira de Deus não realização de um sonho chamado filho.

Filho sonhado por Deus e formado no ventre de uma mulher/mãe.

Deus sonhou, a mãe concebeu e deu à luz — eu e você nascemos…

Nascemos para glória de Deus e para ser a fonte de alegria daquela cujo preço que pagou foi alto para que isso acontecesse.

Mãe lembra Deus. Deus que a criou, Deus que a elegeu para ser mãe. Mãe que gerou a herança deste que é o Senhor da criação…

Às mães nossa eterna gratidão e ao Deus criador de todas elas, nosso louvor hoje e sempre. Amém!

Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *